Busca:
MATÉRIAS ESPECIAIS
LETRAS E TINTAS
Lendo e aprendendo
O livro da vez
Dicas de leitura
Pintando o 7
Músicas
PEDAGOGIA
A fala do mestre...
Professor Construir
Espaço Pedagógico
Em discussão
CIDADANIA
Ambiente-se
Direito tem,
   quem direito anda

ESPAÇO INTERATIVIDADE
Ajude a Construir!

Pedagogia

Projeto
Didático


Sequência didática interdisciplinar

Jessica W. S. Costa

Tema: Gentileza gera gentileza: o legado de José Datrino Turma: 5º ano Professora: Nathalie Sena Disciplinas: Português, Artes, História, Ensino Religioso Escola Anita Garibaldi

Objetivos:

1. Geral:

Estimular os estudantes a praticarem a gentileza cotidianamente através da vivência de atividades lúdicas que geram reflexões sobre o quanto nossa sociedade está carente de gentilezas.

2. Específicos:

  • Reconhecer a gentileza como valor necessário à convivência social harmônica.
  • Refletir sobre a importância da gentileza.
  • Conhecer a vida e a obra do Profeta Gentileza.
  • Discutir sobre a relevância da obra de José Datrino e seus impactos na sociedade.
  • Emitir opinião própria.
  • Argumentar e contra-argumentar durante a discussão.
  • Desenvolver a escuta atenta.
  • Construir conceito de gentileza.
  • Identificar os murais de Datrino como ato artístico e revolucionário.
  • Discutir consequências da falta de gentileza na sociedade.
  • Estabelecer relação intertextual.
  • Produzir poema sobre o tema.
  • Elaborar murais inspirados em Datrino.

Aula 1

Recursos didáticos: datashow, computador, aparelho de som, letra de música, CD, flores.

Metodologia:

  • Apresentar no slide a frase “Gentileza com gentileza se paga” e pedir que a turma comente.
  • Mediar discussão.
  • Em seguida, apresentar/ler a fábula O Ladrão e o Cão de Guarda e lançar questões sobre a história : Você concorda com a moral dessa história ou será que pode existir alguém
  • gentil e sem tantos interesses? Você conhece muitas pessoas gentis? O que é ser gentil? Você se considera uma pessoa gentil?
  • Explicar para a turma que existiu um homem que destinou 40 anos de sua vida à gentileza.
  • Perguntar se os alunos já ouviram falar no Profeta Gentileza.
  • Contar, com auxílio dos slides, a história de José Datrino/Profeta Gentileza e apresentar suas obras.
  • Informar que a cantora e compositora Marisa Monte fez uma canção em homenagem a ele.
  • Distribuir a letra da música para os alunos .
  • Realizar leitura protocolada da canção, isto é, fazendo pausas para análise: Ex.: Por que ela inicia a música dizendo que pintaram tudo de cinza? Por que ela pergunta se é mais inteligente o livro ou a sabedoria? Etc.
  • Realizar audição da canção.
  • Tocar a música novamente caso a turma queira cantá-la (a professora pode propor isso).
  • Informar aos alunos que agora assistirão ao videoclipe da música Gentileza, em que um ator interpreta o Profeta e seu cotidiano nas ruas do Rio de Janeiro. Estimular a curiosidade e o interesse pelo clipe dizendo que, ao final do vídeo, aparece uma imagem real de Gentileza.
  • Exibir o vídeo e repetir a exibição caso a turma solicite.
  • Certamente as crianças farão comentários sobre o clipe. A professora deve mediar esse momento de exposição de opiniões.
  • Convidar a turma a assistir a um outro vídeo: Soldado da Paz.
  • Ao final da exibição, mostrar letra da música no slide, perguntar quais as relações entre o cotidiano de Gentileza e a música Soldado da Paz.
  • Promover discussão sobre como a prática da gentileza pode se configurar como luta pela paz.
  • Exibir novamente o clipe Soldado da Paz e ir distribuindo flores para os estudantes.
  • Após a exibição, sugerir que a turma, durante a saída da escola, distribua as flores aos alunos de outras turmas e funcionários da escola dizendo “gentileza gera gentileza”, como fazia o Profeta Gentileza, e “sejam também soldados da paz”.
  • Finalizar a aula com o último slide: audição da música Soldado da Paz.

O uso dos recursos tecnológicos em sala de aula

A utilização da música em sala de aula, tendo o aparelho de som como recurso didático, inserido numa metodologia coerente com os objetivos estabelecidos, pode contribuir muito com o prazer e a significância do momento pedagógico escolar. A canção como instrumento didático corrobora com o desenvolvimento da escuta atenta e possibilita aos estudantes o contato com um modo diferente de expor conhecimentos e ideias, como alternativa ao tradicional texto didático presente nos livros.

Com relação ao conteúdo a ser trabalhado no plano de aula apresentado anteriormente, a música tem a função de sensibilizar os estudantes, apresentando uma visão poética da biografia do Profeta Gentileza. Já o vídeo aparece para atender a uma curiosidade: Como deve ser um homem vestido com bata branca, cheia de apliques, segurando um estandarte com flores e mensagens? Para as crianças, nesse caso, o vídeo mostra que o que foi narrado pela professora e abordado na canção é possível. Principalmente para essa geração que usufrui cotidianamente dos serviços do YouTube, o vídeo vem se estabelecendo como instrumento potencialmente eficaz nos processos de ensino e de aprendizagem, uma vez que proporciona a visualização em movimento do que está sendo estudado. Mas é importante ressaltar que o vídeo não deve ser tratado como recurso tecnológico de controle exclusivo do professor ou como estratégia para facilitar a transmissão dos conhecimentos, e sim como tecnologia interligada ao trabalho de sala de aula, considerando o educando como sujeito ativo do processo de produção do conhecimento, promovendo uma vivência diferenciada com as imagens como elementos na comunicação.

A velocidade com que as informações transitam de um espaço a outro, através dos meios midiáticos, cambia e recria constantemente formas novas de ler e de representar a realidade, impondo o redimensionamento de conceitos e valores que antes eram referências. Na sala de aula, não pode ser diferente.

Aula 2

Recursos didáticos: tintas, pincéis, papel 40 kg, folhas de papel A4.

Metodologia:

  • Propor que, em duplas ou trios, as crianças criem poemas sobre o Profeta Gentileza e/ou a prática da gentileza.
  • Orientá-las a criar ilustrações.
  • Montar mural de poesia.
  • Fixar folhas de papel 40 kg na parede e lançar um desafio para a turma: pintar murais como fazia o Profeta, divulgando o amor e a gentileza.

A avaliação ocorrerá ao longo do desenvolvimento das aulas numa perspectiva mediadora, na qual a ênfase estará no processo, e não no produto. Isso implicará observação e intervenção cotidiana por parte da educadora.

Aulas com uma didática descritiva possibilitam aos educandos a atividade metacognitiva e consequentemente a autorregulação.

Fábula - O Ladrão e o Cão de Guarda

Um ladrão veio à noite para assaltar uma casa. Ele trouxe consigo vários pedaços de carne, para que pudesse acalmar um feroz cão de guarda que vigiava a casa. A carne serviria para distraí-lo, de modo que não chamasse a atenção do seu dono com latidos.

Assim que o ladrão jogou os pedaços de carne aos seus pés, o cachorro disse:

— Se você estava querendo calar minha boca, cometeu um grande erro. Tão inesperada gentileza vinda de suas mãos apenas serviram para me deixar ainda mais atento. Sei que, por trás dessa cortesia sem motivo, você deve ter algum interesse oculto para beneficiar a si mesmo e prejudicar meu dono.

Moral da História:

Gentilezas inesperadas são a principal característica de uma pessoa com más intenções.

Autor: Esopo
http://sitededicas.uol.com.br/fabula18a.htm

Soldado da Paz

Cidade Negra
Composição: Toni Garrido / Lazão
Da Gama / Bino / Herbert Viana

Não há perigo
que vá nos parar
se o bom de viver
é estar vivo,
ter amor, ter abrigo,
ter sonhos, ter motivos
pra cantar.
Ah! Ah!...

Armas no chão,
flores nas mãos.
Mas se o bom de viver
é estar vivo,
ter amor, ter abrigo,
vivendo em paz,
prontos pra lutar.

Ah! Ah!...

O soldado da paz
não pode ser derrotado,
ainda que a guerra
pareça perdida,
Pois, quanto mais
se sacrifica a vida,
mais a vida e o tempo
são os seus aliados...

Uh! Uh! Uh! Uh! Uh!
Uh! Uh! Uh! Uh! Uh!

O soldado da paz
não pode ser derrotado,
ainda que a guerra
pareça perdida,
pois, quanto mais
se sacrifica a vida,
mais a vida e o tempo
são os seus aliados...





imprimir
enviar
por e-mail

comentar



Escolha a Edição pelo número ou clique aqui para ver uma lista completa

Digite seu e-mail abaixo e receba


Fone: (81) 3447-1178 | Fax: (81) 3442-3638 - E-mail: atendimento@editoraconstruir.com.br

Copyright © 2007. Todos os direitos reservados.
Desenvolvido e gerenciado pela Nativ - Seu site na medida certa.